Next
Previous

14/04/2014

3

Streetwear: Insanis Clothing

Posted in ,

Dá pra sacar que a rapaziada que aparece por aqui no blog não deixa faltar e manda muito no estilo. E hoje não é diferente. Nuntem como falar de insanidade sem falar de noia e vice-versa. É isso que faz a parceria acontecer. Loucura. A loucura condiz com uma perspectiva anormal sobre a vida, mas o que é ser normal em toda essa vida louca? A vida é louca e estamos de passagem, mas no corre para que essa passagem seja marcada.

"Keep your mind Insanis", é o conselho que a marca Insanis Clothing propaga. Acompanhei o lançamento da Insanis desde o principio, e em um mês sua nova coleção simplesmente chegou em grande nível de qualidade e originalidade. Baseado no streetwear, com o conceito insano de ver a vida, as peças Insanis emitem revolução e liberdade em conjunto com o ideal do fashion e mantendo a raiz do street.
Se liga na nova coleção que está pesadíssima, ou melhor, insana! Check it ma niggz!!!

Chapado, né? Tá rolando sorteio de um kit Insanis lá no Instagram. Vai ficar de fora? Já tenho o meu ;)

13/03/2014

0

Projeto: Arte Urbana nas Escolas

Posted in , , ,
Fala rapá! Hoje o Estou na Nóia vem com novidade: o blog está envolvido com o projeto AUNE - Arte Urbana nas Escolas, onde iremos levar arte e oficina criativa para, inicialmente, escolas públicas de São Paulo. O primeiro projeto, na escola Escola Estadual Lourival Gomes Machado, está em processo. O diretor José Guilherme nos concedeu a escola, nas áreas internas e externas. Tudo é cor. Colo(rir). Dois dias de graffiti já rolaram, e ainda tem bastante variedade (e novidade) por vir. Confira quem passou por aqui, por lá... por ai!

  






Fotografia: Fernando Berg | Edição fotográfica e filmagem: Mônica Lisboa ENN.
Saiba mais sobre o projeto e confira todas as fotografias aqui

22/02/2014

6

VII Encontro Paulista de Hip Hop

Posted in ,

O Encontro foi em 21 de dezembro, porém só pude atualizar agora e vale a pena posta-lo mesmo assim, pois o evento foi lindo demais! "O Encontro Paulista de Hip-Hop é realizado desde 2007 pela Secretaria de Estado da Cultura, por meio da Acessória para o Hip-Hop com o objetivo de difundir e fomentar a cultura do Hip-Hop ampliando discussão acerca das politicas publicas para juventude. O Hip-Hop surge como forma de fortalecer a autoestima dos jovens dos negros, reivindicando seu espaço de direito na sociedade e apresentando alternativas para substituição da violência por arte, solidificando assim a cultura como instrumento pacífico de transformação social."


No final do rolê ganhamos o certificado de participação do evento mais o dvd da edição anterior! Sem palavras para o Encontro, incrível. Abordou todos os elementos mantendo a raiz da cultura. Vamos aguardar por novembro de 2014!

11/02/2014

4

Itanhaém - SP

Posted in , , ,

Fotografias feitas durante um final de semana em Itanhaém. 

06/02/2014

0

Reflexo

Posted in

Pensamentos. Vivendo entre o ódio e o amor, sintoma homogêneo. Seca, fria, abstrata. O cheiro de suicídio propaga. Um desequilíbrio mental e espiritual. Sentei-me no escuro e pensei no quanto pensar enlouquece. Nada é mais enlouquecedor do que a própria mente. Pensamentos...

Nas vezes em que via meu reflexo, parava e observava. Pupilas dilatadas. Perdia-me por minutos, analisando-me. Era como se uma vida inteira pudesse passar, projetar, em minha mente. Era a minha vida. Ecos do passado. Monstros me assombravam, sou o resultado deles. Expelindo demônios.

Olhei-me no espelho, procurando me enxergar.
Procurei reflexo no espelho.
Tentando, procurando, me encontrar.
Meus olhos fundos, tão perdidos.
As marcas do tempo.
As lembranças do passado, agora, aparentam tão mais distantes.

Não tenho ninguém, transpiro solidão. Uma dose de solitude me cai bem. Eu tenho ódio. Meu interior, minha agonia. Sinto minhas veias queimando, meu corpo arder; meu coração, indócil, acelera.

Palavras conturbadas. As verdades nos detalhes. O seu passado tão presente. Meus sentimentos obscuros. Continuo vivendo. Sintonia constante com o pretérito. Histórias revividas, ressuscitadas do inferno.

Meu corpo, então, vazio e sólido. Minha alma vaga para todo lugar, indo para lugar algum.
A repulsa da estima.