O gozo

22:26


Vem sonso, como sem interesse... De mansinho. Me pirraça, me laça, me ganha, ao feitiço de olhos que me envolvem a cada milésimo que piscam e me encaram. Olha sempre nos meus olhos, mostra tua segurança. Me faz sentir essa segurança. Me beija a boca brutalmente, arranca esse desalinho. Reveste meu corpo com teus lábios. Revisto teu corpo com os meus... Me lambe o pescoço, e isso é uma ordem!. Me deixa tua marca. Marca em mim, marca a vida. Ah... Não se controla, se joga. Respira ofegante ou apenas sussurra tranquilamente. Firma-me contra ti. Me toca, me envolve em teus braços. Me tenha por inteira. Me atinge o ponto fraco e me retem. Alias, me faz refém. Cola em mim, me assanha. Me arranha a pele e a alma. Me desarmo. Se desarma. Sem truques, sem farsas. Despi minha armadura, promete não me apunhalar?. Cinco sentidos e uma flamante paixão. Corre a mão pelo meu corpo e me aperta forte. A gente se perde e se reencontra. Desmontou minha armadura...

Sente minha perna tremer... Sente meu coração pulsar afoito? É sinal de que preciso de você em mim. Sinta. Pega o que é o seu. Se entrega, porque eu já me entreguei de vez. Mas se entrega por inteiro, não aceito encostos.

Cada impressão digital sua permanece aqui, ainda, bem visível. No corpo, no espirito...
E você sussurra pequenos trechos dramáticos de tão românticos aos mais pornográficos dos clichês. E esses trechos costumam me embalar dia e noite, noite e dia...

Não me faz perder o tesão por você nunca nessa vida. Se garanta.
E por fim... faz amor comigo pra vida inteira? 


You Might Also Like

9 Comentários

FALA MEMO!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Escrevo aqui também

Subscribe