Solitude é um luxo

09:03

Fui obrigada a desapegar de tudo que um dia me disseram que seria pra sempre. Fui me acostumando a saber que todos que frequentavam minha vida constantemente, breve, seriam pretérito. Pretérito-mais-que-perfeito... Depositando solidão para preencher o vazio. No minimo, irônico!. Vai se criando rotina, quando uma alma nova surge já imagino ela distante, desconhecida e pra mim um tanto faz, um zé ninguém a mais. Transmito solidão, transpiro solidão. Quem me tem ao redor é capaz de senti-la com intensidade. Posso ter muitas pessoas ao redor, porém não é muito provável que sempre tenham algo a me acrescentar. Não me sinto na obrigação de amar o próximo, como aliena os mandamentos. Meio que repugno pessoas efusivas demais. Um pouco lobo, um pouco raposa. Solidão e Solitude. Me isolo e fico durante horas aqui, apenas sentindo o vento enroscar meu rosto e fazer minhas palavras embaralharem ao percorrer meu caderno de escritos. Ou um pouco menos embaralhado que são por vida. Por mente. Por sentimento. Embaralhando histórias com estórias. É tudo um tanto psicótico, mas nenhum antibiótico me contem, quanto ao natural. Talvez seja demais e sua mente não suporte. E você não me aceite. Utilizei a solidão a meu favor e aprendi a conviver com a solitude. Se tornou meu escudo, armadura e armamento. Acredito que não dá pra viver nessa vida de amor, mas sem amor também não. Muito menos amor próprio.

Minha página no facebook. Se curtiu o texto, curta a página.
Mon.

You Might Also Like

0 Comentários

FALA MEMO!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Escrevo aqui também

Subscribe