Preferencial

14:12

[...] E dai você me pergunta se não representa nada pra mim. Não que você não seja um nada, porém deixou de ser um tudo. Deixou de ter exclusividade. Deixou de ser hora marcada, mesa reservada, cliente vip, cartão fidelidade, pra ser apenas mais um número ignorado, sem respaldo, sem nome, deixado pra trás. Você insiste em me chamar de gelo, e eu insisto em não te autorizar me derreter. Fora de cogitação.
Não é que você seja um nada, mas lutei a cada dia com cuidado para que um nada não fizesse um estrago enorme em mim. Porque o tudo, meu bem, me pertence. Eu me pertenço, eu me permito.

You Might Also Like

2 Comentários

  1. Texto perfeito ... ! Continue a mostrar seu lindo potencial que você tem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo incentivo, sempre preciso disso. Obrigada de coração, beijo!

      Excluir

FALA MEMO!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Escrevo aqui também

Subscribe