Tato, olfato, visão, paladar e audição.

23:53

Noite de sexta-feira. Eu, você e o amor prestes a se propagar. Aquela rua sem movimento, sob uma arvore, ao feitiço de olhos que me envolvem a cada milésimo que piscam e me encaram. Toques seguidos de arrepios que me desarmam fácil, e eu odeio ser fraca, odeio não conseguir me defender. Ataque. Cada impressão digital sua permanece aqui, ainda, bem visível na minha alma. Foi bem ali, sem receio de testemunhas, sem receio do futuro, sem noção de tempo. Cedi. Lembro que foram horas, mas não me cansei, não me canso de você. As frases, das mais dramáticas de tão românticas às mais pornográficas, me embalam ao dormir, acordar e viver. Tato, olfato, visão, paladar e audição. Me toca, me ganha. Sente minha perna tremer? Sente meu coração pulsar afoito? É sinal de que preciso de você em mim. Sinta. Pega o que é o seu. Se entrega, porque eu já me entreguei de vez. Mas se entrega de corpo e alma, porque não consigo me ver como um encosto. Me rendi, despi minha armadura... prometi não atacar mais. Promete não me apunhalar?. Mas promete de pé junto, sem truques, sem farsas. Odeio circos, entende?. Me ganha, me envolve em teus braços, me tenha por inteira. Eu e você em tato, olfato, visão, paladar e audição. Não me faz perder o tesão por você nunca nessa vida. Se garanta. E por fim... faz amor comigo pra vida inteira?


You Might Also Like

0 Comentários

FALA MEMO!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Escrevo aqui também

Subscribe